Prática de exercícios para cães

A prática de exercícios físicos é muito importante, sobretudo para cachorros adultos, uma vez que estão mais propensos ao estresse, à ansiedade e obesidade. As atividades são variadas e dependem da raça do animal, sempre respeitando os limites de cada pet.

A prática de exercícios é ainda uma boa forma de incentivar os donos a abandonar o sedentarismo. Por isso, tenha energia e acompanhe seu cão nessa jornada!

Conheça algumas atividades:

• Canicross: consiste em correr junto ao cão. Durante o exercício, é importante estar atento às reações do animal. Nada de forçar demais! Sempre leve água e faça momentos de descanso, tanto para o cachorro, como para você.
• Nadar: é recomendado para todas as raças, principalmente para as que sofrem de problemas musculares, lesões, etc. Se o seu pet gosta de piscina, é uma ótima alternativa!
• Bicicleta: ter o seu pet te acompanhando ao pedalar pode ser muito divertido, mas exige certos cuidados. Seu cachorro precisa ser obediente e acompanhar o objeto!
• Caminhadas: para quem gosta de algo mais leve, uma boa caminhada ajuda. Dar uma voltinha na rua, na praça ou no próprio condomínio é uma ótima forma de exercitar o cão.
• Jogos: muitas pessoas optam por brincadeiras, como lançamento de objetos para os cães irem buscar. Essa prática, quando parte do cotidiano, representa ainda um momento de lazer para o cão. Eles brincam e se exercitam ao mesmo tempo!

É importante que o veterinário seja consultado antes de o dono escolher uma prática de exercícios. Examinar o cão e conhecer suas limitações é essencial para manter a segurança. Exercite seu pet com responsabilidade e diversão!

Dor de cabeça em cães

Como os animais não sabem informar onde estão sentindo dor, por exemplo, é muito importante que os donos estejam atentos a possíveis mudanças de comportamento que denunciem algum incômodo. Conhecer os hábitos dos cachorros é essencial para identificar dores, como a dor de cabeça.

Sintomas de que o cão está com dor de cabeça:
• Coçar os olhos com as patas
• Olhos inchados
• Tampar os ouvidos com as patas
• Esfregar-se nos móveis; chacoalhar a cabeça.
• Indisposição
• Choro

O que causa a dor de cabeça nos cães?
• Inflamações no sistema nervoso
• Problemas nos olhos (doenças oftálmicas)
• Hipertensão secundária
• Problemas com sinusite; congestionamento.
• Cheiros muitos fortes e/ou desagradáveis, como o aroma de produtos químicos e de limpeza.
• Traumatismo no pescoço; queda brusca.
• Problemas dentários
• Distúrbios Hormonais
• Atividade física em excesso

Ao identificar um comportamento estranho, o cachorro deve ser conduzido ao veterinário imediatamente. Observe sempre o seu pet! Fique atento e não deixe nada passar!

Chiuaua

chihuahua-pelo-curto

O Chiuaua é a menor raça de cachorro do mundo e encanta pelo seu tamanho e pelo seu olhar meigo e carinhoso. É preciso tomar cuidado com eles pela casa, pois são muito pequenos, principalmente quando filhotes.  Atrevido, a raça conquistou seu lugar como cachorro toy preferido por sua intensa devoção a uma única pessoa. Ele é reservado com estranhos, mas geralmente se dá bem com outros cães e animais da casa. Alguns tentam serem protetores, mas não são muito eficientes nisso, outros podem ser corajosos e até mais tímidos.

É um cão animado, mas que pode se exercitar correndo dentro de casa. Gosta de explorar o jardim ou fazer passeios curtos com coleira e adora acompanhar a família em atividades ao ar livre. Ele não é um cachorro para viver do lado de fora, pois odeia frio e busca o calor. Os cuidados com o pelo são mínimos, basta apenas escová-lo duas ou três vezes por semana.

Bengal

thor-gato-bengal-2

É uma raça relativamente recente, descendente direto do leopardo asiático, ou gato-leopardo e um gato doméstico. A aparência selvagem que remete a lembrança aos grande felinos está muito presente através da elegância dos pelos curto e apesar da aparência selvagem, reúne todas as características comportamentais dos gatos domésticos,exceto pelos olhos maiores, partes do bigode mais ressaltadas, pernas mais longas e manchas brilhantes.
O Bengal, também conhecido em países de língua portuguesa como Gato-de-Bengala, é um gato de tamanho médio a grande, musculoso, robusto, apresentando formato de corpo alongado. Os gatos dessa raça são frequentemente descritos por seus donos como gatos inteligentes, capazes de interagir com seus familiares e até de demonstrarem um certo comportamento canino, pedindo atenção através de rosnados e seguindo seus donos pela casa. Certos criadores descrevem os gatos Bengals como brincalhões, sociáveis e enérgicos que têm uma generosa dose de curiosidade felina e que desejam estar envolvidos com sua família. Não ficam intimidados com água, às vezes, se juntam à família para um mergulho, desde que seja de acordo com seus termos.
É por outro lado, considerado independente, com característica facilmente explicada pela manutenção de seus genes herdados dos ancestrais selvagens. Mesmo assim, o verdadeiro Bengal é um gato que inspira confiança, e nunca ameaça atacar ou ferir o seu dono.

Cane Corso

cane-corso

Há duas teorias a respeito da origem do nome desta raça, porém, a do latim ”cohors”, que significa ”guardião das propriedades”, parece ser a mais plausível, uma vez que Cane Corso sempre foi muito utilizado como cão de guarda. Embora seu porte e a sua força garantam a sua grande capacidade de guarda e proteção; este animal pode ser extremamente dócil, carinhoso e fiel com os membros de sua família (incluindo crianças), já que é bastante confiável e equilibrado no convívio com as pessoas.
Cane Corso eram utilizados tanto em lutas de animais quanto na guerra. Os seus primeiros registros datam do século XVI, quando os italianos usavam estes cães para caçar javalis e manter a segurança de fazendas e currais.
É corajoso, ousado, teimoso, orgulho e equilibrado, sempre estando em alerta para qualquer situação diferente. Também é inteligente e confiante e conta com uma alta capacidade de aprendizado – tornando seu processo de adestramento bastante fácil e rápido quando realizado de maneira correta. Em função da sua energia, precisa ter bastante espaço para se movimentar, sendo ideal que ele possa desfrutar de um jardim ou um quintal.
Outro fator bastante importante e que vale ser ressaltado é que, para que seja um bom parceiro, o Cane Corso deve ser treinado e adestrado desde a época em que ainda é só um filhote; pois, dessa forma, além de possibilitar um aprendizado mais rápido e simples, estes ensinamentos serão capazes de combater o caráter dominante e autoritário que a raça possa ter.

Persas

gatos-persas-3

Como o nome diz, este gato é originário da Pérsia, atual Irã. O Persa que conhecemos hoje é o resultado do cruzamento do Persa original com o Angorá.

As características da raça são inconfundíveis. Ele é aquele gato com o rosto achatado, o pelo longo, sedoso, felpudo, para o qual existem mais de 100 variações de cores. Suas orelhas são arredondadas e pequenas, juntamente com as suas patas, além de curtas e musculosas; os olhos são também redondos e com cores brilhantes e seu rabo curto e muito peludo. O achatamento excessivo do rosto trouxe principalmente problemas respiratórios, nasais, infecções oculares, problemas neurológicos e deslocamentos do maxilar. Recomenda-se a aquisição de um Persa sem achatamento excessivo do rosto, que é identificado pela ponta do nariz mais alta que a extremidade inferior dos olhos.

Caracteriza-se também por ser um gato extremamente tranquilo e bastante preguiçoso, podendo passar o dia inteiro dormindo no sofá ou na sua almofada, saindo apenas desse estado para comer, fazer suas necessidades ou procurar nosso afeto, já que essa também é mais uma de suas características: bastante carinhoso.

 

Dálmatas

dalmata

O Dálmata, com suas manchas, é a raça mais diferente e destacada de todas, mas a sua origem é desconhecida. Na verdade, apesar de evidências artísticas indicarem uma origem antiga, não se sabe a época e o local de surgimento dessa raça. Seu nome vem de Dalmatia, uma região no oeste da Iugoslávia, mas é provável que ele não tenha se originado ali.  Já foi conhecido por várias funções diferenciadas, incluindo cachorro de briga, pastor, cão de tração, caçador de ratos, e até mesmo cão de circo, mas foi como cão de carruagem na Inglaterra Vitoriana que ele encontrou seu lugar.

O cão de carruagem tinha função prática e estética, ele protegia os cavalos do ataque de cães e dava um toque de estilo ao processo, seja seguindo ao lado, na frente ou atrás da carruagem (posição considerada a mais elegante). Criado para correr por muitos quilômetros, tem um empolgação incansável. Ele é um companheiro divertido e impaciente, que precisa de muito exercício em área segura para se comportar bem em casa, sem falar que ele ama correr. Com a chegada do automóvel, o Dálmata perdeu seu lugar na sociedade e a popularidade caiu. Sua brilhante colaboração sempre garantiu que ele fosse visto como um cão de estimação e de exposição muito popular, entretanto, seu aparecimento em filmes infantis o transformou em uma das raças mais queridas da América nos anos seguintes.

Uma de suas características mais marcantes é a cor, sempre brancos com machas pretas ou castanhas. Demonstra facilmente, através de latidos ou manifestações corporais, o que estão querendo, além de serem cães inteligentes. Seu tamanho, sendo macho ou fêmea,  pode chegar entre 48 a 58 de altura, com o peso de 18 a 27 kg.

Angorá Turco

 

14089317_1038882456207328_9006521029292662015_n

 

É uma das mais antigas do mundo, provindos da região de Ankara, na Turquia Central e caracterizam pela sua sedosa pelagem semi-comprida e pelas suas finas silhuetas. Esta raça originou muitas outras das que conhecemos atualmente como a Persa ou a Maine Coon, muito presentes na Europa e América.

O Angorá Turco é um gato com comportamento muito inteligente, por isso é que se recomenda a dar-lhe uma boa educação  desde pequeno. Tem uma natureza educada, tranquila e, sobretudo presta-se a ser ensinado e obedece com facilidade às ordens que lhes são dadas. Além de tudo, são ativos, fiéis e extremamente carinhosos, tendo como preferência um único dono.

Apesar de dizermos que é um gato de caráter tranquilo, não podemos dizer que não seja ativo. Na realidade, é uma raça bastante curiosa, sociável, brincalhona e gosta muito de realizar expedições pela casa e por sítios que são de difícil acesso para as pessoas. Dentro dos traços mais fortes do caráter desses animais se encontra a grande capacidade de se comunicar. Através dos seus miados, é considerado um gato ”falador”, comunicativo e expressivo.

Yorkshire Terrier

22 - 01

 

O Yorkshire Terrier adora uma aventura e uma encrenca. Ele está sempre ocupado, tem a personalidade forte, é teimoso e pode ser agressivo com cães estranhos e outros animais pequenos. Embora alguns tendam a latir muito, pode ser facilmente educado para não latir tanto.

Os Yorkshires são muito inteligentes e prontos para aceitarem treinamento ( Confira aqui a lista completa com o ranking das raças de cães mais inteligentes segundo Coren). Eles amam atenção da família e odeiam ser ignorados por longos períodos de tempo. Eles são ótima companhia para quem vive sozinho, têm energia de sobra para brincar, se dão bem com outros cães e gatos – se acostumados desde cedo e o melhor: amam receber carinho e ficar no colo!

Suas características principais são:

– Alta energia
– Não precisa de muito exercício
– Grau de apego ao dono: médio
– Relacionamento com outros cães: tímido
– Relacionamento com outros animais: tímido
– Relacionamento com estranhos: amigável
– Fácil de treinar
– Baixo nível de proteção
– Cuidados com pelo: alto
– Baixa tolerância ao frio
– Média tolerância ao calor

Weimaraner

11.2 - 07

 

Weimaraners são cachorros grandes, reluzentes com linhas nobres e elegantes. A longa cabeça, frequentemente chamada de “aristocrata”, tem um forte focinho e orelhas longas, penduradas. Eles tem narizes cinza e olhos inteligentes que vão de cinza claro, cinza azulado e âmbar claro. Weimaraners normalmente tem pescoços longos que levam a longas e musculosas pernas, e as costas moderadamente longas levam a caudas de aproximadamente 15cm. A pelagem é brilhante, macia e curta – principalmente em tons de cinza. Acima de tudo, o Weimaraner combina graça, equilíbrio e rapidez.

O Weimaraner é muito corajoso e parece não ter medo de nada. Ele ama correr e caçar e fica frustrado e destrutivo quando é encurralado. Ele pode ser teimoso, e funciona melhor com uma família ativa que goste de atividades ao ar livre e busque um companheiro divertido. Esses cachorros sempre querem agradar e irão seguir comandos, mas eles também têm necessidades e exigências que devem ser satisfeitas para a relação funcionar. Muito amor e atenção, exercícios diários e “tarefas”, sem mencionar um espaço para eles, seu Weimaraner será um parceiro feliz, contente e cooperativo.

Atividades exaustivas todos os dias são obrigatórias para o Weimaraner. Ele precisa esticar as pernas, correr e explorar em áreas grandes e seguras. Sendo um cachorro social, ele vive melhor se puder dividir seu tempo entre a casa e o quintal. O pelo é fácil de manter, e basta escová-lo de vez em quando para remover pelos mortos.

O Weimaraner é um cachorro que exige poucos cuidados, mas por ser uma raça muito ativa, necessita fazer muito exercício. Recomenda-se longos passeios e brincar com ele em um jardim onde possa correr. De vez em quando convém pentear o Weimaraner para eliminar o excesso de pelo e mantê-lo brilhante. Também é importante verificar e limpar as orelhas para evitar inflamações.

Entre em Contato Conosco